04/03/2010

111: LEITURA


Boa tarde

Chamo-me Mário Dias e sou cartomante.
Não obstante a minha especialidade ser ler as cartas, também sei ler a mão, o cotovelo e os búzios que eu próprio lanço.
Esta semana decidi, como forma de comemorar a semana da leitura, dirigir-me à vossa biblioteca e ler a mão aos vossos leitores.
O custo será de 5 euros por mão e apenas será cobrado individualmente no final da leitura. Peço apenas que me avise caso tal não me seja autorizado para evitar os custos inerentes a esta minha deslocação.
Terei todo prazer em ler as mãos dos funcionários da biblioteca, descontando 20 por cento do preço que costumo levar (peço apenas que as lavem bem para facilitar a minha tarefa).
Agradeço então resposta pronta,

Mário Dias


Exmo. Senhor

Agradecemos a sua oferta, mas a Direcção da Biblioteca Municipal não autoriza este tipo de iniciativas nas suas instalações.
Com os melhores cumprimentos

Secretariado da Direcção
Biblioteca Municipal


Agradeço o facto de me ter respondido e peço desculpa por insistir e abusar da sua simpatia e boa vontade.
Tratando-se da Biblioteca Municipal, decidi que a minha actividade deverá ser enquadrada no âmbito de serviço público, pelo que exercerei a leitura cobrando apenas METADE do que é normal e para Vexas, funcionários da Biblioteca, a oferta será ainda maior:
Vou ler a mão absolutamente grátis, a não ser, claro, que da leitura da mesma resulte que devam pagar algo.
Agradeço que me digam apenas se é preferível dirigir-me de manhã ou durante o período da tarde ao vosso templo do saber.
Mais uma vez agradeço a atenção dada,

Mário Dias


Acusamos a sua insistência mas, mais uma vez, comunicamos que a Direcção da Biblioteca Municipal não autoriza este tipo de iniciativas/actividades nas suas instalações.
Com os melhores cumprimentos

Secretariado da Direcção
Biblioteca Municipal

17 comentários:

  1. Se dissesses que lhes pagavas 5€ por cada mão lida aceitavam logo!

    ResponderEliminar
  2. "templo do saber" LOL lembras-te de cada coisa! O Mário Dias pode ler a minha mão sempre que quiser :)

    ResponderEliminar
  3. Mara, depois arriscas-te a que a conta seja uma exorbitância :)

    ResponderEliminar
  4. Oh Mário, tenta ler a sola do pé, dizem que é mais fiável, pelo menos no cheiro...

    ResponderEliminar
  5. Seria mais fácil se fosses a uma marisqueira comprar os búzios... Mas isso sou eu a dizer...

    ResponderEliminar
  6. Mas que grande lata: "Vou ler a mão absolutamente grátis, a não ser, claro, que da leitura da mesma resulte que devam pagar algo."
    Só tu,moço....só tu para me fazeres rir tanto ;)
    Também gostei da preocupação em pedir as mãos bem lavadas para facilitar na leitura, omfg!
    Continuação de boas loucuras,seu doido! ;)

    ResponderEliminar
  7. Devias é mandar isso para uma empresa da treta que eu cá conheço...eh eh eh eh eh

    queria só ver o raio de respostas..dos anormais que lá fingem trabalhar..uhuhuhuh :)

    ResponderEliminar
  8. Hoje precisava de me rir. Ainda bem que este blogue existe.

    ResponderEliminar
  9. É melhor oferecer esses serviços lá para os lados de Belém :D

    ResponderEliminar
  10. Pois eu também acho que se tivesses dito que pagavas por cada mao lida e que duplicavas o valor aos funcionários da biblioteca, eles aceitariam logo.

    ResponderEliminar
  11. LOL!:) a minha parte preferida também foi "Vou ler a mão absolutamente grátis, a não ser, claro, que da leitura da mesma resulte que devam pagar algo."
    Um abraço,
    Jorge

    ResponderEliminar
  12. O pormenor da resposta em negrito xD

    ResponderEliminar
  13. Se começasses a receber mails com pedidos para leres aos mãos, como te safarias dessa?!?

    ResponderEliminar
  14. Nao é nao vovo...se dissesses q lias a mao á funcionaria tava td resolvido :P

    ResponderEliminar
  15. ..."também sei ler a mão, o cotovelo..."
    Muito bom! ;)

    ResponderEliminar