03/07/2008

21:O ANEL por jPanda


Exmo Director ( a ) e demais gestores ,
Bom dia. Sou Maria Dias, esposa de Mário Dias. Ambos estamos atormentados, sem dormir. Porquê? Bem: estivemos nesse hotel com os nossos 4 filhos , visitámos o nosso tio-avô ( creio que em 11 de Maio), adorámos viajar e conhecer novos leitos. Porém, agora reparei: há uma tragédia! O meu anel de safira ( prenda do meu falecido primeiro marido) , no valor de cerca de 450000€ está desaparecido! Perdeu-se! E pelas memórias que temos, quer eu, quer o meu marido, quer a minha filha mais velha, é muitíssimo provável que a dita jóia esteja perdida nalgum sítio do vosso hotel ! Exactamente onde não sabemos, claro! Mas, após recorrentes exercícios de memória, temos a certeza absoluta que só pode ter ficado aí ! Quando , já no automóvel, na viagem de regresso, eu tirei os anéis todos das mãos ( tenho 5, tinha 5….), a fim de descansar os dedos, como é meu costume, lembro-me de nesse gesto automático algo faltar… Mas o sono e o cansaço das viagens caiu fortemente sobre mim…
Quero informar o hotel, dado o sucedido, que quero levar uma equipa de detecção de metais ao hotel + o nosso cão de caça, o Matias, que já em tempos me encontrou uma jóia similar perdida num campo de milho. Agradecia também, dada a minha angústia, que alguns funcionários do hotel começassem desde já a procurar a minha safira ( pagarei o incómodo ). Peço e agradeço compreensão e delicadeza no tratamento de tão importante assunto.
Aguardo resposta e informações em breve,
Atenciosamente,
Maria Dias

Exma. Senhora D. Maria Dias,

Preocupados que também ficámos com a situação que nos expõe, lamentamos informar que, até ao momento, não foi encontrado nada semelhante com o anel que nos descreve em nenhum dos nossos Hotéis.No entanto e apesar do tempo entretanto decorrido, gostaríamos de fazer uma busca mais aprofundada, necessitando para tal que nos preste as seguintes informações:
Hotel em que ficaram Alojados;
Datas exactas da Estadia;
Nome em que ficaram registados;
Números dos Quartos que ocuparam;
Os locais do Hotel que se lembram ter frequentado / passado;
Foto do anel em questão;
Ficando a aguardar a sua reposta, apresentamos os nossos melhores cumprimentos.
Daniel Mendes
Director de Alojamentos
Hotel Mar

Boa tarde, Sr. Daniel
É com agrado que vejo que há também preocupação da vossa parte. Agora, uma coisa fulcral, é que, como lhe havia dito, eu e a minha família não estivemos aí hospedados: nós fomos visitar o nosso tio-avô! Ele chama-se Carlos Macedo, e sinceramente, não sei o nome completo ( aliás, nunca o soube ). Fui visitar esse meu parente, porque o meu marido, que está aqui ao meu lado a falar ao telefone com o irmão que é "Brigadeiro" da GNR por causa da equipa de detecção de metais, dizia...porque o meu marido fez questão de irmos "dar um carinho ao velho que não vemos há anos", já que estávamos num percurso favorável na sequência do trabalho de investigação do meu marido.
Portanto: sublinho: é na busca da tão querida e valiosa ( e não sou hipócrita- ela é muito cara! E eu não pretendo "deixar" assim uns bons milhares de € ) e valiosa jóia que nos devemos centrar.
O nosso cão de família, o Matias, como lhe disse, também já está junto com o irmão do meu marido, a fim de lhe apurarem o faro para metais ( se bem que eu ache que o pobre animal sabe mais que a equipa de detecção toda...). Neste momento deposito as minhas esperanças em V.Exªs, na equipa de detecção e no Matias.
Aguardando informações ( e o dia da "busca ),
Atenciosamente,
Maria Dias

Exma. Senhora D. Maria Dias,
Tomámos boa nota do que nos informa mas, não nos respondeu a algumas das questões que voltamos a colocar:
Em que Hotel terá ficado alojado o Vosso Tio-Avô? - é que nós não tivemos alojado em nenhum dos nossos Hotéis um Senhor com o nome de Carlos Macedo (pelo menos nos últimos tempos)!
Em que nome terá ficado registado o Vosso Tio-Avô?
Quais as datas exactas da Estadia dele?
Qual o número do Quarto que ocupou?
Quais os locais do Hotel que se lembram ter frequentado / passado?
Terá uma Foto do anel em questão?
A questão do locais é extremamente importante, não apenas pela grandeza do Hotel, como também pelo facto de, na eventualidade de ter sido perdido no interior do Hotel, não podermos permitir a entrada de animais. O Matias não poderá, assim, entrar no interior do Hotel (a menos que, obviamente, acompanhado pela GNR devidamente mandatada).
Já em relação aos detectores de metais não haverá qualquer problema – no entanto e pelo que nos diz, o anel deveria ser facilmente detectado à vista desarmada. Salvo se o perdeu na Praia e aí sim, o detector de metais faz todo o sentido.
Caso pretendam cá vir na próxima semana, poderão vir.
Com os nossos melhores cumprimentos,
Daniel M.

Bom dia, Sr Daniel.
Agradecemos a sua dedicação ao caso, mais uma vez. E, para ser breve, sucinta, clara e directa, vou responder ao que me pede:
O meu tio-avô chama-se Carlos Macedo. Mas, não sabemos se terá ficado registado com "Macedo" ou outro dos seus apelidos.
Da estadia dele apenas sabemos que terá ficado aí 2 semanas, há cerca de 2 meses e meio atrás.
Não nos lembramos do número do quarto. Recordamos apenas que era grande, e tinha uma varanda. Também me lembro que era bastante alto. ( 4º, 5º andar ?....)
Frequentámos os locais habituais... Passagens, elevadores, sala-convívio... "les flosés ramblieu". E também a piscina, mas só de passagem.
Não possuo nenhuma foto da dita jóia , apenas tenho fotos minhas em que estou com ela no dedo, mas não são grandes planos, não é possível identificação. Mas posso dizer que é um anel fino dourado, com uma safira ( azul ) do tamanho dum pinhão no centro.
Não estivemos na praia.
A equipa de detecção de metais também me disse que dentro do Hotel seria difícil a busca... Mas há agora aparelhos modernos sofisticados que permitem graduar o nível de "metalização" dos objectos. Por isso, estamos num "stand by".... O irmão do meu marido pensa que o melhor seria ir aí muito brevemente, com o Matias ( o animal é um fenómeno ), e com 3 especialistas ibéricos na detecção de metais, juntamente com Sir Riddley Arrow, amigo e companheiro de estudos do meu marido, que se quer inteirar do assunto e proceder às suas investigações...
Me despeço,
Aguardando informações
Até breve
Maria Dias

Exma. Senhora D. Maria Dias,
No seguimento dos diversos contactos com o Sr. Daniel Mota, informamos que 4ª Feira, dia 18 de Junho, serão recebidos por um responsável do Hotel Mar.
Melhores cumprimentos,
Nuno S.
Chefe de Recepção

3 comentários:

  1. estou a imaginar as pobres das domesticas a vasculhar o hotel por centimetro quadrado à custa deste embaraço!! ta porreiro sim senhor, muito bem conduzido! abraço

    ResponderEliminar
  2. etse é o + extraordinááário... pá! ah AH AH AHHHHH

    muit bem os textos,

    a conduçao da ideia e rplplies de email

    Este blog tem coisas bem fixes, de rir e gozo.
    sem duvid

    ResponderEliminar