05/05/2010

121:INÊS DE MEDEIROS


Boa tarde,
chamo-me Mário Dias e contacto com Vexas para saber se será possível enviarem-me um recibo em falta.
Sou amigo pessoal da deputada Inês de Medeiros, tendo conhecimento que esta viajou há pouco tempo para Paris pela vossa agência.
Tenho todo gosto em ser um dos Portugueses que paga as viagens semanais desta deputada pois ela não tem culpa de morar em França e ter de se deslocar semanalmente a Portugal para resolver os problemas de um pais em que não reside e cuja resolução seria impossível por pessoas que morem mais perto.
Critico os que se revoltam por pagar as viagens da Inês pois ela apesar de viver em França conhece perfeitamente a realidade do povo Português e do nosso Portugal e a grande prova disso é que....vive em França.
Divagações à parte, estava aqui a fazer o meu IRS e lembrei-me da possibilidade de colocar as despesas da Inês de Medeiros, que eu tão orgulhosamente pago nas deduções a efectuar no que vou ter que pagar ao Estado. Preciso no entanto do recibo pelo que solicitava que me dissessem se há possibilidade de me passarem o mesmo durante o dia de amanhã segunda-feira. Caso não o possam fazer terei de indagar a Senhora Deputada sobre outras agências de viagens que ela tenha contactado para deste modo ter o meu direito aos recibos devidamente salvaguardado.
Agradeço resposta pronta,
Mário Dias

Bom dia Exmo. Sr. Mário Dias
Venho por este meio solicitar o numero de sócio.
Atenciosamente,
Ricardo Teixeira
Agência de viagens Portravel

Muito boa tarde,
A Inês de Medeiros foi a candidata número 3 da lista de Lisboa à Assembleia da Republica.Provavelmente deverá ser a única Inês de Medeiros que Vexas possuem na vossa base de dados.
Poderá haver outra "de Medeiros" mas é Maria.
Posso dirigir-me hoje ao fim-da-tarde para ir buscar o recibo?
Cumprimentos,
Mário Dias

Bom dia Exmo. Sr. Mário Dias
Informo sem numero de sócio e muito difícil descobrir o processo, mas desde já informo que as reservas, informações ou recibos são dados ao próprio ou então só com autorização do próprio.
Sem outro assunto de momento,
Atenciosamente,
Ricardo Teixeira
Agência de viagens Portravel

21 comentários:

  1. Tinhas que ser sócio!... Só os sócios é que têm acesso a estas coisas. É um clube muito restrito.

    ResponderEliminar
  2. Eu nunca sei se devo ficar contente por existir este blog ou triste porque é o único deste género.

    ResponderEliminar
  3. Deviam-na ter nomeado ministra dos transportes aéreos. Ou poderia ser depudada no parlamento através de vídeo-conferência, pois estar ou não estar vai dar ao mesmo e sempre poupava uns euro tostões aos nossos bolsos.
    Bjs Catarina

    ResponderEliminar
  4. LOLOL! Eu posso lá ir e faço-me passar por ela, achas que assim já dá?:P

    ResponderEliminar
  5. Fantástico este texto.Não conhecia o seu blogue.
    Já me registei.Adorava tere este seu texto
    no meu blogue, se autorizar deixe um comentário
    no meu, obviamente que faria a devida
    referência.
    Beijinho/Irene

    ResponderEliminar
  6. Muito bom. Realmente, toda esta história da Inês de Medeiros seria uma bela de uma anedota, se não fosse verdade...
    kiss

    ResponderEliminar
  7. Muito obrigada por permitir que insira trabalhos
    deste blogue. Já inseri sobre Inês de Medeiros.
    Beijinhos.Irene

    ResponderEliminar
  8. O texto está absolutamente brilhante!
    A única coisa que nos resta é rir de nós próprios.

    ResponderEliminar
  9. Sócio?! Mas oh Mário, não és sócio do Dias? Então davas-lhe esse numero.
    Aposto que o Senhor Ricardo Teixeira mais depressa conhece o Mário Dias que a Inês de Medeiros lol!

    ResponderEliminar
  10. Texto brilhante :)

    Mas aparentemente a Sra. Inês de Medeiros decidiu alegar que não quer servir agora de bandeira para a campanha do CDS e quer abdicar da comparticiação nas despesas de deslocação a Paris...

    Depois de já termos andado todos a pagar para as viagens a senhora diz que são viagens baratas e que são para ver os filhos, enfim, anedotas à portuguesa xD

    *gostei do blog :)

    ResponderEliminar
  11. Eu até já tinha pensado em pedir-lhe uma viagem ao México, já que ajudo a pagar as que ela faz....

    ResponderEliminar
  12. :O Ela não viaja na Ryanair?! :O
    Bem, o que uma pessoa se esforça para ter uma boa reforma... porque é que não me meti na política CARAGO?!

    Não quero dizer mal dos meus pais em público, mas isto de ensinar os filhos a não roubar, não ser xico-esperto, não passar por cima de ninguém...sinceramente! Não fui preparada para isto, sou um atraso lolololol

    ResponderEliminar
  13. Loooooool, não tem é tanta piada quando começam a desconversar :D

    ResponderEliminar
  14. Olá,
    Amei este blog, ele é realmente instigante. Ah Portugal! Terra tão linda, recanto dos poetas e dos amantes da literatura. Estarei sempre aqui! Visite também o meu pequeno acervo pop será sempre bem vinda,

    Abraços do Brasil,

    ResponderEliminar
  15. adorei! muito satírico, mas divertido!
    vou passar a seguir!
    aguardo ansiosamente por novidades! :D

    ResponderEliminar
  16. buen se quer um bilhete de graça nós oferecemos-lhe , sim leu bem, gratuitamente e sem lhe cobrar nenhuns favores futuramente,
    pois bem,sr ou sra isto nos dias de hoje é difícil
    aconselho-o a não fazer críticas aos membros do establishement
    crie um blog pró-aparatchik's por exemplo:

    salvem o sócrates que o homem merece
    ou o sr. dr .engenhêro se quiser um bilhete para fora da europa
    poderá começar enaltecendo a capacidade visionária desse portento da sociedade internacional.......enfim você logo vai desenvolvendo

    defendam a JS da extinção parem com a distribuição da pílula do dia seguinte

    ResponderEliminar
  17. e clinicamente acho que ainda não está louco, mas que para lá caminha não tenho grandes dúvidas,na realidade não tenho nenhumas.

    ResponderEliminar
  18. olá
    Deixaram o link deste blog, lá no meu cantinho...
    E olha só não me fiz seguidor porque tive um pequeno problema técnico...
    O que fazer é a vida.
    Voltarei sempre.
    Abraços imperfeitos

    ResponderEliminar
  19. Se nos passassem facturas de tudo o que nós comparticipamos neste país, as contas do IRS seriam um pouco mais complicadas... :)

    Fazemo-lo voluntariamente, ou não sabias? Mais ou menos como quando andavamos na escola e os professores tinham de escolher voluntários à força para ir ao quadro. Assim somos nós contribuintes a pagar os caprichos dos "grandes"

    ResponderEliminar
  20. No meu ver não é a Maria de Medeiros a principal culpada neste processo, até porque nem sequer sabemos se não terá argumentado contra o convite para ser deputada, tendo em conta a sua particular situação, isto é, o facto de residir em França, implicando assim as tais deslocações, pagas pelo erário público, ou seja, o dinheiro que nos exturcam através dos inumeráveis impostos, que tanto nos dói! Contudo, e seja como for, mais uma vez digo e reitero, as culpas deveriam ser cobráveis a quem lhe fez o convite, ao menos para dar o bom exemplo a esta gente, que se apodera dos lugares para dar largas ao desaforo. É que o dinheiro dos outros foi sempre bom de gastar! Já agora, aproveito o ensejo que esta oportunidade me concedeu, para manifestar a minha profunda admiração pelo pai da Maria de Medeiros, o maestro Vitorino de Almeida.
    O que me ria com ele, sempre que o ouvia falar na televisão! Parece que uma das filhas é ou foi uma jogadora inveterada dos jogos de matraquilhos, talvez por isso, ou porque também ele gosta dos ditos, o certo é que um dia andou a cirandar de volta da mulher para a convencer a permitir que instalassem lá em casa, mais propriamente na sala, uma mesa de matraquilhos, que como toda a gente sabe, acaba por ser um grande estorvo, um mamarracho, por assim dizer. Pois bem, ao cabo de um ror de tempo, já quando finalmente logrou convencer a mulher, eis que se dirige à porta da rua e ao abri-la gritou para o exterior ordens para que entrassem, isto é, lá fora, haviam estado à espera, o tempo que foi preciso, a equipa encarregada de transportar os matraquilhos, sendo assim, o maestro havia-os comprado antes de enfrentar a tarefa de convencer a mulher! Daí se compreende a pertinácia! :D

    ResponderEliminar