11/05/2010

123:TÉNIS


Boa tarde,
peço desculpa antes de mais por estar a enviar este email em vez de me dirigir ao vosso clube, mas tenho um temperamento um pouco difícil e prefiro para já tentar resolver as coisas por esta via.
Não obstante morar a uma distância ainda considerável dos vossos courtes a verdade é que na última semana tenho sido constantemente importunado com uns gritinhos ridículos e agudos de alguém que certamente frequenta o vosso clube.
Esta manhã foi a gota de água que me fez escrever este email.
Duas vezes por dia durante cerca de uma hora alguma das vossas jogadoras (quero acreditar que nenhum homem grita daquela maneira quando bate com a raquete na bola) não se consegue dominar e solta uns excessivos decibéis.A menos que a Michelle Brito esteja a treinar no vosso clube, não vejo necessidade de uma amadora, ou aspirante a tenista me incomodar constantemente.
Pretendia saber se é possível tomarem alguma medida, colocarem um aviso, taparem os vossos campos, falarem com a pessoa em questão, colocarem-lhe uma mordaça na boca...qualquer coisa de modo a que possa voltar a ter algum sossego.
Eu não tenho nada contra o desporto (quando era novo andava de bicicleta) e acho muito bem que vocês existam, antes que os jovens pratiquem desporto do que se metam nas drogas, mas sinceramente prefiro que se droguem todos do que me chateiem (o pior é quando me chateiam e se drogam mas o assunto dos arrumadores não é para aqui chamado).
Agradeço resposta breve,
Mário Dias

Exmo. Sr.
Lamentamos o seu incómodo e também a forma deselegante como trata o assunto, especialmente quando usa determinadas expressões.
Após analisarmos esta situação concluímos não se tratar de ninguém do nosso clube, pelo menos em actividade programada do clube, tal como aulas ou treinos. Se, porventura, assim não fosse e concluíssemos tratar-se de alguma situação sob a nossa responsabilidade e injustificadamente perturbadora, não hesitaríamos em agir em conformidade.
Nem junto às piscinas, nem no no parque do Lago, locais onde exercemos a nossa actividade, existem aulas à sexta-feira, nem sequer temos nenhum atleta a treinar todos os dias, nem de manhã e muito menos duas horas por dia.
Fazendo votos que a tranquilidade regresse de forma serena à sua vida,
Luísa Costa
Clube de ténis.

8 comentários:

  1. Eu penso que os gritos e os gemidos devem surgir de um outro clube que não esse de TÉNIS, mas sim dum clube de PÉNIS! Será?

    ResponderEliminar
  2. Deselegante ? Já não entendo nada.

    ResponderEliminar
  3. Deselegante? a senhora é sensivel demais...eu achei de tão bom tom...coitadinha os guinchos também a devem ter afectado irreversivelmente.

    Boa semana =P*

    ResponderEliminar
  4. Fartei-me de rir looooooool E então aquele último "toque" dos que chateiam e se drogam está demais :) Muito bom!!

    ResponderEliminar
  5. Adorei!!!!
    Acho o teu blog super interessante e farto-me de rir com ele.
    Quanto à senhora deve ser muito sensível mesmo, tadinhaaa... loool
    Continua assim, que animas o dia a qualquer pessoa. ;)

    ResponderEliminar