02/10/2009

70:DELFINS por jPinto


Olá boa tarde,
chamo-me Mário Dias e escrevo antes de mais para congratular o Correio da Manhã pela iniciativa de permitir aos seus leitores a possibilidade de ir assistir ao derradeiro concerto dos Delfins no camarote do vosso jornal.
Pelo que percebi para tal tenho de fazer um poema, pelo que queria saber se este deverá obedecer a algum tipo de métrica.
Versos, pausas, acentos, rimas, estrofes...queria saber se há alguma regra antes de remeter o meu poema, porque se eu perco a despedida dos Delfins e a possibilidade de assistir ao vivo ao fim dos mesmos acho que nunca mais me perdoo.
Agradecia que me respondessem com a brevidade possível para enviar o meu poema.
Um abraço,
Mário Dias

Boa tarde Mário,
Não há qualquer espécie de regra.
Por favor, envie o texto também para xxxxxxxx@correiomanha.pt
Cumprimentos
Ana Maria

Olá boa noite, escrevo para vos dar a conhecer o meu poema.
Pode não ser o mais bonito que vão receber mas podem ter a certeza que é o mais sincero.
Queria só saber quando deliberam quem são os vencedores e se posso ter esperança que estarei a assistir ao fim dos Delfins ao vivo.
Espero resposta breve, porque até saber quando saem os resultados vou andar muito nervoso.
Mário Dias
POEMA
O FIM DE UM DELFIM
Cresci a ouvir tocar os delfins,
sim...foi difícil a minha infância,
mas sempre acreditei em bons fins,
que depois da tempestade viria a bonança.
Rezei para que rápido o navio passasse,
que fosse como o Titanic... para sem demoras naufragar,
não havia alma viva que pensasse
que ele demoraria 25 anos a passar.
Emigrei para os Pirinéus
para o Miguel Ângelo não ouvir cantar,
e só agora que me disseram que ele ia dizer "adéus"
é que eu resolvi voltar.
Aqui estou eu nesta ansiedade,
esperando que nada corra mal,
que o fim deles seja uma verdade
e que o veja no camarote do vosso jornal.
FIM

7 comentários:

  1. Desta vez é que os delfins não acabam... já têm uma letra nova!

    Ehehehehehe... um abraço!

    ResponderEliminar
  2. Senhor Mário Dias
    Já pensou que se o senhor tivesse regressado mais cedo dos Pirinéus, o navio já tinha passado?? Caramba!!Chega tarde a tudo... Agora veja se não chega atrasado ao final se não o navio ainda fica encalhado por lá, a meter água por todos os lados!Eu só queria...ajudar! Graça

    ResponderEliminar
  3. Isto assim não pode ser! Está uma pessoa aqui no emprego, rodeada de clientes (se fossem colegas não era tão grave) não resiste – sim, eu sei que é “culpa mea" – e lá vai espreitar o novo post. E depois é morder o lábio até mais não para não desatar a rir aqui no meio do pessoal. E depois começa a lágrima a espreitar no olho… e não aguento… e toca de sair para o WC senão é o descalabro.

    ResponderEliminar
  4. ahahahah!

    Sem dúvida o meu blog preferido. Será possivel fazer um pedido especial? Eu envio o endereço de e-mail e depois deixo para si a parte de dar asas à imaginação. Pode ser, pode?

    ResponderEliminar
  5. Vera. Respondi para um dos teus dois blogues.

    ResponderEliminar
  6. Brilhante!!!
    Adoro a insanidade deste teu blog!! :)

    Que looooooooooooooooouco!

    ResponderEliminar