24/02/2010

Loucura...ao lado 2


Boa noite,
chamo-me Mário Dias e sou cronista.
Em abono da verdade estou desempregado, mas temo que se o disser, vexas apaguem de imediato o meu email visto eu ser uma prova viva do insucesso do governo quanto às politicas de emprego.
Por isso vos digo e sem mentir que sou cronista:
Os meus textos são amplamente elogiados e já foram inclusive objecto de estudos científicos pois ninguém compreende como posso eu ter tanta imaginação.
Como se isto não fosse suficientemente motivador nunca faço abordagens onde mencione o poder instalado (tenho amor à vida já que não posso ter amor à profissão) pelo que não resisti em escrever ao Jornal de Noticias a perguntar se me podem dar uma oportunidade como cronista.
Gostava de ficar com o espaço no jornal que tinham reservado para à crónica do Mário Crespo, mas se for um pouco mais para a direita (desde que dentro dos parâmetros do jornal) eu não me queixo...nem me demitirei.
Eu farto-me de escrever crónicas e para vexas terem uma noção dos valores e princípios que me regem, uma amiga minha (de nome Patrícia Couto) ouviu um membro do governo a chamar-me louco (a verdade é que eu também ouvi pois estava quase nu, ajoelhado, em frente a ele, a pedir-lhe 50 cêntimos ) e na minha crónica seguinte elogiei o orçamento de estado sem demonstrar qualquer recalcamento.
Garanto que não se arrependerão se me derem uma oportunidade pois o JN precisa de uma nova alma e eu preciso de um emprego...
Certo que esta missiva merecerá de vexas a maior atenção e na esperança que respondam a este leitor assíduo, despeço-me com elevada consideração.
Mário Dias

Prezado Mário Dias,
Folgo por vê-lo a lutar pela vida, resistindo às cargas de pancadaria que esta em si assenta, como ainda recentemente sucedeu com o trágico óbito do hamster Ismael. Não cabe a mim responder à sua pretensão, pelo que tomarei a liberdade de reencaminhar esta sua sentida mensagem para os responsáveis editoriais de todas as publicações periódicas portuguesas, do Diário da República ao almanaque Borda d'Água. É um favor que lhe faço, mas, em respeito pela precária condição laboral que nos apresenta, não espero que mo pague. Entenda que, nestes tempos de míngua, é possível que as publicações tradicionais recusem, com maior ou menor polidez, a proposta que apresenta, mas não deverá esmorecer. Todos dispomos, hoje, no espaço sem fim que é a Internet, de lugares onde publicar o que nos passa pela alma, sem qualquer custo e com a perspectiva de angariar assinalável popularidade. Deixo-lhe o exemplo de um espaço de liberdade, para que consulte e, eventualmente, envie para lá a sua proposta: http://maildeumlouco.blogspot.com.
O endereço de e-mail está disponível na página.
Com o testemunho vivo do nosso apreço e a firme palavra da nossa admiração, sou
"Felizardo Bonifácio"

26 comentários:

  1. E Mário Dias deixa entrar o segundo golo! Ahah, muito bom.

    ResponderEliminar
  2. Acho que é mais o preço de colocar o mail do Mário Dias no google e chegar facilmente ao blogue por essa via.

    ResponderEliminar
  3. ahaha
    Tão bem, mas tão bem!
    Desta vez os elogios vão não só para o Mário Dias, como para "Felizardo Bonifácio".

    ResponderEliminar
  4. Lindo!!
    Tens que mudar de "nome".
    O "Felizardo Bonifácio" também esteve muito bem.
    Angela

    ResponderEliminar
  5. Já são enviados com outro nome e por outro mail.
    Mas não foi o caso deste. Esteve bem sim o Sr. "Felizardo", indirectamente disse muito sobre a liberdade de imprensa na perspectiva dele.

    ResponderEliminar
  6. Genial!:) e a resposta espectacular.:)
    Um abraço,
    Jorge

    ResponderEliminar
  7. e essa da coluna mais á direita...lol.... só tu

    ResponderEliminar
  8. Tenho a dizer que não googlei coisa nenhuma. A fama do "Mário Dias" precede-o. Caso contrário, o mail não teria tido resposta.

    Felizardo Bonifácio

    ResponderEliminar
  9. Txi... AHahha mais um mail em que foste apanhado!! Oh moço esqueçe lá isso...estas a ficar famoso demais! AHAHHAH

    ResponderEliminar
  10. Querido louco, fico muito grata pela homenagem que fazes neste espaço à Madeira. Como fã deste blog e madeirense, o meu agradecimento e apreço nesta hora de dor e sofrimento. Obrigada.
    Marisa

    ResponderEliminar
  11. O JN só tinha a ganhar com uma crónica tua.
    Parabéns pelo texto,um brinde à resposta!
    Haja boa disposição neste país de cinzentão vestido;)


    Um abraço!

    ResponderEliminar
  12. Amigo Mário ,desculpe a ousadia mas já o considero amigo pois cada vez que escreve entra-me pela porta dentro ( e que gozo dá ler as suas crónicas) já pensou escrever ao 1º e oferecer os seus préstimos para lhe escrever a biografia ? Faça porque doido como ele é de fama vai certamente vai aceitar
    JTCordeiro

    ResponderEliminar
  13. Tenho muitos amigos jornalistas, inclusivamente no Correio da Manhã e no Diário Econónico, entre outros. Derivado a tal conheci uma panóplia de jornalistas sem fim. Alguns deles, temo, lêem o meu blog...por isso, caso não tenha sido o google, poderá ter bem sido o meu humilde espaço de "Maria dos Plásticos" que meio mundo conhece que te delatou. O certo é que todos os jornalistas que conheço são, não só excelentes profissionais, como apreciadores de excelente humor. E tu tens um sentido de humor à prova de bala. Também deves saber, que os jornalistas rodam entre jornais qual saia de Baiana, pelo que, se já apareceste no i, no Público e afins...te conhecem! ;) Um abraço e boas crónicas, acho que quando deres por ela poderás ter um espaço só teu, certo Felizardo Bonifácio? ;)

    ResponderEliminar
  14. Achei o teu texto demasiado realista, não sei porque, mas cheira-me que vais arranjar emprego como cronista!!!
    Como ja disseram aqui, é o preço da fama...vai-te habituando. Tens mesmo que começar a escrever pra "fora" porque daqui a nada já não apanhas ninguem e sim és apanhado hehe!!
    Adoro tua criatividade...Parabéns!!
    (p.s. ja agora, como te sentes em relação ao Ismael?!? LOL).

    ResponderEliminar
  15. Quem não chora não mama,diz o ditado,mas quem chora corre o risco de levar umas palmadas,também,rsrs!!!

    Um beijo!

    Sonia Regina.

    ResponderEliminar
  16. Apanhado na curva outra vez! LOLOLOL
    Isto só pode ser bom sinal: sinal de que há muita a gente a ler-te e que tem sentido de humor.

    ResponderEliminar
  17. Cronista Mario dias no seu melhor! Mas o Felizardo não esteve pior!
    Um abraço João

    ResponderEliminar
  18. Pois é, MAD...
    Cada vez está mais difícil apanhares alguém. Como diz o Bonifácio, o teu nome e a tua fama perseguem-te internet a fora!

    Supera-te,

    Abraço ;)

    ResponderEliminar
  19. Ainda estou boquiaberta. Mas, que fazes tu senão surpreender? Agora, há um facto a considerar: é do melhor quando eles te calam! :P

    ResponderEliminar